Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GRAMOFONE

às voltas com os discos às voltas.

GRAMOFONE

às voltas com os discos às voltas.

De-Phazz assumem compromisso com mulheres.

Saiu à rua no final da semana passada Prankster Bride, mais um trabalho do colectivo alemão.

O projecto liderado por Pit Baumgartner continua nesta sua 10ª edição a oferecer temas atenciosamente produzidos, perdendo-se ligeiramente, no entanto, no universo demasiado lato por onde viaja.

_.jpg

Os De-Phazz continuam abertos a uma panóplia de géneros, como o dub, o lounge, o trip-hop ou o jazz, num disco que pretende homenagear as vozes femininas, personificadas pela habitual Pat Appleton, Barbara Lahr ou Jutta Glaser.

 

A Winged Victory For The Sullen com um olho no cinema.

Adam Bryanbaum Wiltzie e Dustin O’Halloran vão arrancar o ano de 2017 com o lançamento do terceiro trabalho de estúdio do seu projecto conjunto, que será simultaneamente a banda-sonora do filme francês Iris.

O realizador Jalil Lespert descobriu A Winged Victory For The Sullen numa pesquisa online e imediatamente percebeu que seriam os indicados para sonorizar a sua nova película. 

__.jpg

O duo começou a compor com base apenas no guião, mas foi posteriormente recebendo cenas filmadas à medida que iam sendo realizadas. As gravações finais foram feitas com o acompanhamento duma orquestra de 40 músicos na Rádio Magyar em Budapeste. 

 

Boss Hog criam nova ninhada.

16 anos depois da sua última edição o duo Jon Spencer e Cristina Martinez regressaram em Julho, em dose dupla.

O EP Brood Star sai no primeiro dia de Julho, englobando 4 novos temas, ao passo que um álbum de longa duração está igualmente a ser alinhavado.

_.jpg

Na amostra dada até ao momento a banda parece em grande forma, às voltas com a sonoridade forte e seca que exibiram no passado.

 

 

King Creosote e Michael Johnston sem fronteiras.

The Bound of the Red Deer é um disco conjunto entre o compositor escocês e o seu homólogo canadiano, amigos há vários anos e que agora decidiram unir esforços para editar esta obra, após a aventura que registaram com outros músicos sob o nome de Burns Unit há 10 anos atrás.

As músicas foram tecidas à distância entre ambos, e compõem um leque de canções escritas com grande personalidade, reflectindo os universos geográficos de ambos.

_.jpg

Esta joint-venture entre King Creosote (a identidade musica de Kenny Anderson) e Michael Johnston conta com produção de Chris Stringer (produtor dos também canadianos Timber Timbre), tendo sido gravado em Toronto. Tem participações Karine Polwart e Emma Pollock que também pertenciam ao referido projecto Burns Unit.

 

Mark Kozelek barra nos favoritos.

Mark Kozelek Sings Favorites é um álbum explicado facilmente pelo seu título, no qual este escritor de canções extremamente prolífero elencou uma série de temas que adora para fazer a sua própria interpretação dos mesmos.

O álbum, disponibilizado em CD no passado mês de Maio, conta com versões de temas originais de 10CC, Modest Mouse ou Bob Seger, tendo Mark Kozelek recorrido apenas ao piano para concebê-las

_.jpg

Entre os convidados para ajudarem nas vocalizações encontram-se Mike Patton, Minnie Driver ou Will Oldham, num trabalho que na capa exibe uma bela fotografia da cidade do Porto.